segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

De uma beleza cegante, só concedida aos que - como ela - têm a coragem de jogar-se nas aventuras do Amor. Que também pouco importa, pode ser real ou ilusório.



Hoje eu tô sentindo uma coisa que há tempo não sentia, FELICIDADE QUE TRANSBORDA, sei lá pra que tanto, meu coração tá pulando de felicidade, eu me pego rindo sozinha, lembrando (...) aah que bom estar feliz, fazia tanto tempo que a felicidade não me encontrava. Só que com tanta felicidade me peguei a pensar o que devo fazer, sempre quebrei a cara, sem exceções , então agora não sei como devo agir, não sei se devo ir ou se devo esperar, receber ou dar, me dar por completo ou me guardar, será que tá tão fácil assim, será que depois de tantos pedidos Deus olhou pra mim e disse ... vou lhe mandar alguém que não te faça sofrer e sim te queira desde o começo? Acho que Deus acumulou todos os pedidos nessa pessoa, porque ele é simplesmente o melhor que eu encontrei, mas eu tenho medo de esperar de mais dele, porque derepente não é assim, e é só meu coração se empolgando de novo.  Mas sei lá por enquanto tô querendo! 

domingo, 30 de janeiro de 2011

sábado, 29 de janeiro de 2011

Devia ser proibido estar do lado de cá!


Eu demoraria mais o meu olhar no teu se ...

... se não fossem o passado, as mágoas, a alma encardida. Eu demoraria mais o meu olhar no teu, se não fossem as brigas, as palavras mal-ditas, o "passou-da-conta-agora-chega". Eu demoraria mais o meu olhar no teu, se não fossem as cartas rasgadas, a música esquecida, a falta de compreensão. Eu demoraria mais o meu olhar no teu, se não fosse o medo de me ver refletida bem dentro, bem fundo dos teus olhos, como aquela velha cigana, um dia, contou ao ler minha mão.


"Dai-me Senhor, a perseverança das ondas do mar, que fazem de cada recuo, um ponto de partida para um novo avançar."

(Cecília Meireles)


sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

"Eu quero menos. Menos pensamento, menos dúvida. Um equilíbrio e você de brinde."


Não dá pra acreditar, desculpe meu amigo, mas não dá pra acreditar

Um mês sem você, um mês sem suas conversas, suas palavras que confortavam e faziam bem, que ainda parece que irão aparecer a qualquer momento, você deixou um enorme espeço entre nós que ficamos aqui, pois você faz muita falta em nossos dias, teu rosto e tuas atitudes serão lembradas para sempre e estarão guardadas em nossas memórias, nós que ainda não conseguimos entender porque você se foi, e que te admiramos muito estamos aqui, tristes com sua falta. Descanse em paz Adriano Somera, saudades eternas.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Como um brilhante que partindo a luz explode em sete cores, revelando então, os sete mil amores que eu guardei somente pra te dar.


"Hoje eu não sei dizer.Só sei sentir.
Há dias em que palavras não são
capazes de traduzir o sentimento.
Bom mesmo é ser compreendido
mesmo quando não sabemos dizer...
Amar é uma forma de crêr em silêncio!"


Hoje deu vontade de chorar e eu só queria um colo para encostar minha cabeça e fingir que o mundo lá fora não existe.



quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Desejo a você...


Fruto do mato, cheiro de jardim, namoro no portão, domingo sem chuva, segunda sem mau humor, sábado com seu amor, chope com amigos, viver sem inimigos, filme antigo na TV, ter uma pessoa especial e que ele goste de você.




terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Minha festa é sempre pela metade sem você!

Por mais que todas as terapias do mundo, todas as auto-ajudas do universo, todas as imensas forcas de vontade que eu arranco de la do fundo, e todos os amigos experientes do planeta me digam que preciso definitivamente não precisar de você, minha alma grita aqui dentro que, por mais feliz que eu posso ser, a festa é sempre pela metadeÉ você quem eu sempre busco com minha gargalhada alta, com a minha perdição humana em festejar porque é preciso festejar, com a minha solidão cansada de se enganar.


E quando teu sol for chuva, deixa molhar.



"Dentro dela tem um coração bobo, que é sempre capaz de amar e de acreditar outra vez. Uma solidão de artista e um ar sensato de cientista… tem aquele gosto doce de menina romântica e aquele gosto ácido de mulher moderna."



segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Mas daí você vai sofrer de novo,

Dizem os medrosos. E o bom da vida o que é? É sentir. Des-pe-da-çar. Refazer. Quando tudo se rasga, quem costura sou eu. Dou conta. Se amanhã eu acordar e resolver amar pra caralho, eu amo. Ele, você, outro. Ponto. Que venha a mim todo amor que houver nessa vida, o tempo inteiro. Meu coração vagabundo quer guardar o mundo em mim.


domingo, 23 de janeiro de 2011

Não me venha com meios-termos, com mais ou menos ou qualquer coisa, venha à mim com o corpo, alma, vísceras, tripas e falta de ar!
(Caio Fernando Abreu)


"Você sabe quando alguém te ama
não pelo que ele fala, 
mas pelo que faz.
O amor não sobrevive de teorias."


É melhor queimar do que se apagar aos poucos!


sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Queero!

Ando com uma vontade tão grande de receber todos os afetos, todos os carinhos, todas as atenções. 
Quero colo, quero beijo, quero cafuné, abraço apertado, mensagem na madrugada, quero flores, quero doces, quero música, vento, cheiros.


terça-feira, 18 de janeiro de 2011

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

"Já matei você mil vezes, e o seu amor ainda me vem. Então me diga, quantas vidas você tem?"




domingo, 16 de janeiro de 2011

Eu não sei o que me deixa mal, se são essas coisas ruins que estão acontecendo ou as coisas boas que não acontecem...




"Vá ficando por aí, eu vou ficando por aqui, evitando, desviando, sempre pensando se por acaso a gente se cruzasse ... "



sábado, 15 de janeiro de 2011

Eu gosto de olhos que sorriem, de gestos que se desculpam, de toques que sabem conversar, e de silêncios que se declaram.



Por que me acordaram? O sonho tava tão bom!


sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Que vontade de ser feliz, de ter um grande amor bem limpinho, bem clarinho, um amor de manhã bem cedo.



quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Eu só queria dizer que meu amor por você
É muito mais do que a soma das gotas do mar!






terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Na loucura dos meus dias, vou conseguindo me fazer ver, que eu preciso de alguém que me entenda e que eu consiga entender.



segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

"Eu te recebo de pés descalços: esta é minha humildade e esta nudez de pés é a minha ousadia." 


domingo, 9 de janeiro de 2011

sábado, 8 de janeiro de 2011

Tô me afastando de tudo que me atrasa,

me engana, me segura e me retém.


Poucos ainda sorriem e olham nos olhos (...) 
Os olhos buscam signos, avisos, o coração resiste (até quando?) e o rosto se banha de estrelas dormidas de ontem..."




Tenho saudade de morrer contigo nas noites em que nos amamos!



sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Sou construída por emoções secretas. podem até comentar sobre mim, mas me capturar... só com minha permissão.


quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

É preciso que você venha nesse exato momento. Abandone os antes. Chame do que quiser. Mas venha. Quero dividir meus erros, loucuras, beijos, chocolates. Apague minhas interrogações. Por que estamos tão perto e tão longe?
Quero acabar com as leis da física, dois corpos ocuparem o mesmo lugar! Não nego.Tenho um grande medo de ser sozinha, não sou pedaço, mas não me basto.


quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Não sei, deixo rolar, vou olhar os caminhos, o que tiver mais coração, eu sigo.
(C. Fernando Abreu)


segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Encontre alguém novo para amar um dia. Leve o tempo que precisar para sarar, mas não se esqueça de um dia compartilhar o seu coração com outra pessoa.


domingo, 2 de janeiro de 2011

''Qualquer outra coisa que não é sim, é não;
Qualquer outra coisa que não é ficar, é ir;
Qualquer coisa, menos que "eu amo você" é mentira.''





sábado, 1 de janeiro de 2011

Se eu pudesse voltar no tempo, voltava no meio do beijo que eu te dei pela primeira vez, e faria tudo diferente só para ficar com você.



Porque nós ficamos estranhos
Quando o nosso Amor é tão forte?
Porque continuar sem mim?


Entre idas e vindas me resumo feliz.
Entre altos e baixos me resumo equilibrada.
Sendo assim, tá na cara e não tem pane:
ando meio mal mas vou sair dessa.