domingo, 8 de maio de 2011

O que virá depois? Pergunto então para a tarde suja atrás dos vidros, e me sinto reconfortado, como se houvesse qualquer coisa feito um futuro à minha espera.



Nenhum comentário:

Postar um comentário